0 Comentários

A minha árvore de Natal

Hoje a convidada é da casa. A Susana desafiou-me para vir até cá tomar um chá e falar-vos da minha árvore de Natal, e eu aceitei o desafio.

É que este ano a árvore de Natal ganhou vida própria. Agora, que está completa (até ver…) tem muita graça recordar o processo e perceber como chegámos à decoração que temos hoje, e sobre a qual o Francisco diz: “Agora a árvore está mesmo linda!”

Começámos por escolher alguns enfeites do ano passado. Foram comprados numa loja aqui ao pé de casa, escolhidos por mãe e filho, e variam entre bolas de lata vermelhas e brancas, com guizos, e figuras vintage de madeira, também vermelhas e brancas, como cavalinhos e anjos. A estrela, que era feita de raminhos de árvore, partiu-se aquando dos preparativos, o nos deixou a todos muito tristes.

Entretanto, chegámos ao dia do 4D & Friends, um mercadinho de Natal aqui em Coimbra. Fui lá dar uma volta mas detive-me nalgumas bancas amigas, à conversa, e trouxe uns miminhos de recordação.

Event

Da Event Pleasures, uma empresa cliente da costureira de palavras e fornecedora seleccionada do Simplesmente Branco, trouxe três enfeites artesanais – aquele montinho de três corações brancos, um por cada pessoa cá de casa.

MOD

E da MOD, a marca através da qual a Cátia Oliveira dá asas aos seus sonhos e os materializa em objectos artesanais e únicos, trouxe este presépio desenhado à mão.

Quando cheguei a casa, o Francisco decidiu que o presépio iria para o topo da árvore e que os corações (depois de ter, criteriosamente, escolhido qual o seu, o meu e o do pai) seriam distribuídos equilibradamente pela árvore.

Por esta altura eu achava que a tarefa estava completa. Mas eis que, dois dias depois, nos chega a casa uma encomenda muito especial.

Quima

A Marta Ribeiro, uma amiga e ex-colega dos tempos do jornalismo, quis oferecer uma das suas nuvens de alfazema winter edition ao Francisco. A Marta tem um talento natural para descobrir novos usos para dar às coisas, dando ao termo ‘reutilizar’ uma dimensão de espanto. Estas nuvens são recheadas com alfazema de cultivo biológico e têm a dimensão perfeita para pendurar na cabeceira da cama… ou assim pensava eu. Para já, ordens do garoto, a nuvem da Marta está no topo da nossa árvore de Natal, por cima do presépio da MOD.

anjinhosJOY

E, por fim, o nosso mini artista perguntou-me se não tínhamos mais anjinhos. Primeiro respondi-lhe que não, porque estava a pensar nos anjinhos de madeira. Mas depois emendei a resposta: “Claro que sim! Temos os anjinhos da Susana!” Os anjinhos da Susana (sim, a nossa Susana) encontram-se à venda via Tinimini e arrumam-se em colecções temáticas: Joy, Homeland e Seasons. Escolhemos aqueles que nos pareceu encaixarem melhor no conjunto e lá os arrumámos, a flutuar e a trazer um inesperado toque de cor à nossa decoração natalícia.

E foi então que ouvi as tais palavras: “Agora a árvore está mesmo linda!” Pois está, filho. Cheia de pessoas, que é como as árvores de Natal devem estar.

Boas decorações!

Submeter um Comentário