Simplesmente Baby

0 Comentários

À volta da mesa: maçã assada com crumble de amêndoa

Há dois dias atrás, era Outono a sério, mas hoje parece Verão. Vamos fazer de conta que é um Outubro normal e entretermo-nos com deliciosos lanches de forno, sugeridos pela simpática Teresa, do bonito Lume Brando.

 

“Uma sobremesa com fruta da época, para dias em que sabe bem ligar o forno. Mas se for verdade que o verão vai voltar a aparecer por estes dias, podemos sempre juntar-lhe uma bola de gelado de nata ou baunilha”

 

 

 

 

 

Maçã assada com crumble de amêndoa

 

os ingredientes (para 8 porções):

4 maçãs;

½ limão;

225 g de farinha sem fermento;

110 g de manteiga ou margarina + um pouco para colocar por cima antes de ir ao forno;

80 g de açúcar amarelo;

Canela em pó qb;

½ chávena de amêndoa laminada;

½ chávena de sultanas ou uvas passas (opcional);

Vinho do Porto qb (opcional).

 

 

a receita:

Coloque as sultanas ou as passas a amolecer no Vinho do Porto com algumas horas de antecedência, se as quiser usar.

Pré-aqueça o forno nos 180º. Lave e seque as maçãs. Retire, com um acessório próprio, o centro das maçãs, corte-as ao meio à largura e coloque-as num recipiente de ir ao forno untado, salpicando-as de sumo de limão para não oxidarem. Numa taça, junte a farinha, a manteiga em pedaços, o açúcar e a pitada de canela e amasse até ficar com aspecto de migalhas grossas. Junte a amêndoa, triturada grosseiramente com uma faca e as sultanas ou as uvas passas.

Espalhe esta mistura por cima das maçãs, enchendo de crumble os orifícios das maçãs.

Distribuir por cima uns pedacinhos de manteiga.

Levar ao forno entre 45 min a 1 hora ou até a fruta estar bem assada e o crumble dourado.

 

Nota: pode ter de ajustar as quantidades do crumble ao tamanho das maçãs. Use preferencialmente maçãs doces, como as golden, que mantêm a forma mesmo depois de assadas; a polpa das maçãs ácidas, como as reineta, por exemplo, vai borbulhar bastante e sair por fora da casca.

 

 

Isto parece-me tudo muito apetitoso, e a vocês?

 

Para acompanharem as deliciosas receitas da Teresa, visitem-na no Lume Brando, e se quiserem deixar-lhe um olá, passem pela página do Facebook!

 

 

0 Comentários

Bichos diversos em versos

Todas as sextas-feiras, o Francisco traz para casa um livro ‘do baú’. O baú pertence ao agrupamento escolar (aliás, são vários) e permite a todos os meninos fazerem uma bela viagem pela literatura infantil recomendada no Plano Nacional de Leitura, uma vez por semana.

 

Há semanas em que me encanto – e esta foi uma delas. Calhou-nos poesia em sorte, e logo escrita por António Manuel Couto Viana e ilustrada por Afonso Cruz. Bichos Diversos em Verso é o nome do livro que nos tem divertido nos últimos dias.

 

bichos

 

«O Tatu

(que impertinência!)

não quer que o tratem por tu,

mas por Vossa Excelência.

 

E o Tubarão

(que presunção!)

tem a mania

da fidalguia.

Se ouve gritar, como quem grita; fogo,

– Tubarão!

Emenda logo:

– Vós, barão!»

 

 

BICHOS_1_17_QUARK7:pg_BICHOS

 

«Aliar, no mesmo livro, um grande poeta, que soube traduzir música em palavras e reconvertê-las em música, a um excelente autor para crianças, que sempre imprimiu o selo da qualidade naquilo que para elas escreveu, sem cedências nem diminutivos, é caso raro. Essa conjugação de dons do poeta, do dramaturgo, do ensaísta, do memorialista António Manuel Couto Viana patenteia-se em mais este livro que adultos e crianças vão ler e reler com inesgotável encantamento.» António Torrado.

 

0 Comentários

Baby móbil, por Ana Rocha®

Inspirada em sonhos e polvilhada com pós de perlimpimpim, a nova colecção de inverno Ana Rocha® será apresentada em breve – com o nome White.
No entanto, hoje levantamos a ponta do véu e apresentamos o primeiro artigo exclusivo da colecção White – o baby móbil.

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma doçura! Fiquem atentos ao lançamento oficial da nova colecção.

 

 

 

0 Comentários

À volta da mesa: bebida quente de caramelo & baunilha

Chegou um Outono vestido de Inverno, e a sugestão da doce Inês, do Ananás & Hortelã, não podia ser mais apropriada: bebida quente de caramelo e baunilha!

 

“O Outono chegou com dias mais cinzentos e frescos. Já sabe bem uma manta no sofá, e uma bebida quente ao fim do dia, para confortar. Deliciosa e docinha. Para toda a família.”

 

 

 

Bebida quente de caramelo e baunilha

 

os ingredientes:

1/3 chávena de açúcar
1 colher (sopa) de água
2 a 3 chávenas de leite (de amêndoa)
1/2 colher (chá) pasta de baunilha
1 pau de canela

 
a receita:

Colocar o açúcar e a água num tacho pequeno e levar a ferver. Ir mexendo até obter um caramelo dourado.
Com muito cuidado, por causa dos salpicos, juntar o leite já aquecido, o pau de canela e a baunilha.
Mexer bem até que o caramelo se funda com o leite.
Retirar o pau de canela e servir quente.
Nota: se não encontrar a pasta de baunilha, pode substituir por uma vagem de baunilha, raspar as sementes e colocar no leite.

 

Podem seguir as belas receitas da Inês no Ananás & Hortelã, e deixar-lhe umas palavrinhas na sua página do Facebook.

 

0 Comentários

Histórias com números e com graça

ducla2

 

Tudo pode despertar a nossa imaginação, até os números… No livro Números com histórias, encontramos dez histórias divertidas, em que os números, do zero ao nove, são os heróis. Assinados pela mestre Luísa Ducla Soares, estes pequenos contos mostram-nos como os números não servem só para contar pelos dedos ou fazer operações matemáticas. Também fazem parte da nossa vida, e podem entrar em muitas aventuras.

 

ducla1

 

As ilustrações são da Célia Fernandes, muito cá da casa. Os mais atentos reconhecerão o traço dos Tinimini e de tantas outras plataformas em que a Célia dá asas à sua arte.

 

Uma combinação de ouro, esta!

 

Tags
0 Comentários

Os convites da Beatriz, por My Frame

My Frame mostra-nos hoje «um convite realizado por nós para a comunhão da Beatriz, inspirado nas princesas, no amor e no cor-de-rosa!»

 

D_F_05_07_2014-1

 

D_F_05_07_2014-3

 

D_F_05_07_2014-4

 

D_F_05_07_2014-6

 

Acompanhem o trabalho da Ângela e da Flávia via Facebook para mais coisas bonitas, em todas as cores.

 

0 Comentários

Segundas astrológicas!, por Mãe-Me-Quer

balança

 

Signo: Balança

 

De 24 de Setembro a 23 de Outubro
. Sétimo signo do zodíaco
. Planeta regente: Vénus
. Elemento: Ar
. Cor: Todos os tons de azul, tons de verde claro, rosa
. Pedra preciosa: Safira, jade, esmeralda, safira, pérola, corais
. Metal: Cobre, bronze, ouro

 

A criança Balança precisa, acima de tudo, de harmonia e paz para ser feliz. Despreza o conflito direto e evita situações de desgaste emocional afastando-se, sempre que possível, do confronto. A criança Balança precisa de ter sempre alguém a seu lado para ser feliz. É o signo do zodíaco que convive pior com a solidão.

 

Com um forte sentido de justiça e de imparcialidade, é uma mediadora por excelência, procurando sarar desavenças através do diálogo e da procura de consensos, sem nunca tomar partido. Em vez de enfrentar o problema, espera que desapareça. Esta característica é visível e condiciona o modo como se posiciona em todos os contextos da vida: na família, na escola, nas relações.

 

Com uma personalidade empática, consegue colocar-se no lugar do outro e compreender as suas motivações. Daqui nascem relações fortes e estáveis que lhe transmitem a tão necessária segurança e equilíbrio emocional.
Extrovertida e comunicativa consegue relacionar-se com vários tipos de pessoas e tem uma grande facilidade em fazer e manter os amigos para a vida.

 

Como estimular o desenvolvimento do seu filho Balança:
A leitura de fábulas e a discussão da moral das histórias vão fascinar o seu filho Balança. Incentive a sua grande generosidade natural, envolvendo-o em causas sociais.
Crie um espaço em casa só para ele. O seu espaço pessoal, reservado exclusivamente para suas coisas. Deixe o seu filho organizá-lo da forma que lhe der mais prazer.

 

Principais características da criança Balança:
Imparcial, diplomata e justa, aprecia relações estáveis e sinceras.
Comunicativa e sociável, pode ressentir-se quando o outro não age de acordo com a sua estrutura de valores ou quando não compreende os motivos de determinado comportamento ou reação.
A imparcialidade e dificuldade em tomar partido podem tornar-se num obstáculo quando tem que assumir uma decisão ou escolher um lado. O Balança precisa de avaliar muito bem cada situação antes de decidir que atitude tomar ou por que lado optar (o que acaba por não acontecer na maior partes das vezes).

 

Pontos a considerar na educação e convívio com a criança Balança:
A indecisão natural do Balança deve ser contrariada através da transmissão da noção de que, por vezes, é preciso posicionar-se. Os pais/educadores devem ensinar que, em determinadas circunstâncias a posição de neutralidade, pode não ser a melhor estratégia para defender e proteger os seus próprios interesses.

 

Encoraje o seu filho Balança a tomar as suas próprias decisões. Se ajudar dê-lhe opções, mas não decida por ele. O seu filho tem que compreender que não pode agradar a todos e que deve definir as suas opções e ser fiel ao seu próprio caminho.

 

O espírito de justiça pode levar a que a criança Balança se sinta “injustiçada” em vários contextos; na família, na escola ou em grupo. É importante que tente perceber se as queixas do seu filho são ou não fundamentadas e falar com ele sempre que tal aconteça. Se não o fizer, abre-se espaço para a desmotivação e para a perda de interesse, o que pode implicar atrasos no processo de aprendizagem e desenvolvimento da criança.

 

 

Por Mãe-Me-Quer

– Acompanhem todos os posts desta rubrica