0 Comentários

Segundas astrológicas!, por Mãe-Me-Quer

balança

 

Signo: Balança

 

De 24 de Setembro a 23 de Outubro
. Sétimo signo do zodíaco
. Planeta regente: Vénus
. Elemento: Ar
. Cor: Todos os tons de azul, tons de verde claro, rosa
. Pedra preciosa: Safira, jade, esmeralda, safira, pérola, corais
. Metal: Cobre, bronze, ouro

 

A criança Balança precisa, acima de tudo, de harmonia e paz para ser feliz. Despreza o conflito direto e evita situações de desgaste emocional afastando-se, sempre que possível, do confronto. A criança Balança precisa de ter sempre alguém a seu lado para ser feliz. É o signo do zodíaco que convive pior com a solidão.

 

Com um forte sentido de justiça e de imparcialidade, é uma mediadora por excelência, procurando sarar desavenças através do diálogo e da procura de consensos, sem nunca tomar partido. Em vez de enfrentar o problema, espera que desapareça. Esta característica é visível e condiciona o modo como se posiciona em todos os contextos da vida: na família, na escola, nas relações.

 

Com uma personalidade empática, consegue colocar-se no lugar do outro e compreender as suas motivações. Daqui nascem relações fortes e estáveis que lhe transmitem a tão necessária segurança e equilíbrio emocional.
Extrovertida e comunicativa consegue relacionar-se com vários tipos de pessoas e tem uma grande facilidade em fazer e manter os amigos para a vida.

 

Como estimular o desenvolvimento do seu filho Balança:
A leitura de fábulas e a discussão da moral das histórias vão fascinar o seu filho Balança. Incentive a sua grande generosidade natural, envolvendo-o em causas sociais.
Crie um espaço em casa só para ele. O seu espaço pessoal, reservado exclusivamente para suas coisas. Deixe o seu filho organizá-lo da forma que lhe der mais prazer.

 

Principais características da criança Balança:
Imparcial, diplomata e justa, aprecia relações estáveis e sinceras.
Comunicativa e sociável, pode ressentir-se quando o outro não age de acordo com a sua estrutura de valores ou quando não compreende os motivos de determinado comportamento ou reação.
A imparcialidade e dificuldade em tomar partido podem tornar-se num obstáculo quando tem que assumir uma decisão ou escolher um lado. O Balança precisa de avaliar muito bem cada situação antes de decidir que atitude tomar ou por que lado optar (o que acaba por não acontecer na maior partes das vezes).

 

Pontos a considerar na educação e convívio com a criança Balança:
A indecisão natural do Balança deve ser contrariada através da transmissão da noção de que, por vezes, é preciso posicionar-se. Os pais/educadores devem ensinar que, em determinadas circunstâncias a posição de neutralidade, pode não ser a melhor estratégia para defender e proteger os seus próprios interesses.

 

Encoraje o seu filho Balança a tomar as suas próprias decisões. Se ajudar dê-lhe opções, mas não decida por ele. O seu filho tem que compreender que não pode agradar a todos e que deve definir as suas opções e ser fiel ao seu próprio caminho.

 

O espírito de justiça pode levar a que a criança Balança se sinta “injustiçada” em vários contextos; na família, na escola ou em grupo. É importante que tente perceber se as queixas do seu filho são ou não fundamentadas e falar com ele sempre que tal aconteça. Se não o fizer, abre-se espaço para a desmotivação e para a perda de interesse, o que pode implicar atrasos no processo de aprendizagem e desenvolvimento da criança.

 

 

Por Mãe-Me-Quer

– Acompanhem todos os posts desta rubrica

 

Submeter um Comentário